No caso que um dos membros de um casal esteja traindo ao outro, e a traição tenha sido comprovada, o enganador terá a obrigação de cumprir com obrigaçõesheartbroke para com seu parceiro.

No ano 1977, foi promulgada a Lei do Divórcio, e no transcurso do tempo é possível ver como muitos casais transformaram o Poder Judiciário numa verdadeira batalha.

Com a aparição do novo código civil, algumas coisas mudaram, especialmente em relação à culpabilidade na traição. Um tempo antes, as medidas repressivas dadas ao cônjuge responsável pelo rompimento do vínculo conjugal, perdia o direito de pleitear pensão alimentícia, de deter a guarda dos filhos em comum e de manter o nome do outro.

A separação em caso de traição trás consigo outras questões. No que diz respeito aos filhos desde o ano 1988 com a Constituição Federal e o Estatuto da Criança de do Adolescente, a guarda procura resguardar as preocupações e interesses dos filhos que agora passarão pelo processo de separação dos pais. Nesse sentido, a culpa não é mais um fator determinante na perda total da situação.

Na atualidade, a maioria das mulheres casadas trabalha coisa que antes não era tão comum. Mas nos casos em que as esposas não trabalhavam e precisavam de ajuda da parte do marido, foi importante rever a questão da culpa na separação. Na atualidade, depois do Código Civil, a discussão de culpa na separação se tornou desnecessária. Isso motivou para que os advogados procurassem acordos, já que, em tese, não será trazido nenhum benefício ao cliente, pelo contrário, trará consigo anos de processos judiciais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s