O governo está de olho no aumento da arrecadação, e está bem próximo da aprovação de mudanças no cálculo e na alíquota de imposto dos Juros sobre o Capital Próprio.

No próximo final do 2016, os acionistas do Bradesco precisarimposto de rendaam referendar o aumento de capital de R$ 3 bilhões, proposto pelo Conselho de Administração do banco, com a emissão de quase 165 milhões de novas ações. Segundo estava previsto isso ia elevar a saúde financeira da instituição para R$ 43,1 bilhões.

A intenção foi melhorar o caixa para eventuais novas oportunidades de aquisição e permitir investimentos em modernização das instalações. Para a subscrição dessa operação, a instituição financeira pensou em fazer um pagamento complementar de Juros sobre o Capital Próprio (JCP) de R$
4,05 bilhões.

A quantia é quase 45 vezes o JCP pago mensalmente pelo Bradesco aos seus acionistas e esse crédito poderá ser utilizado por eles para a subscrição das novas ações, sendo que o total de remuneração extra do banco foi de cerca de R$ 6 bilhões. As diversas operações do Bradesco só vão ser concretizadas neste janeiro, e os cálculos do JCP podem mudar ainda um pouco e ter interferência na subscrição de ações do banco.

O governo procurou aprovar ainda no ano 2015 a mudança de cálculo no JCP e na alíquota de imposto de renda para a pessoa física. A intenção com isso foi a de contar, desde o começo do 2016, com um aumento de arrecadação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s