laicsNa atualidade, as antigas noções da família ideal e patriarcal que está presente nos setores políticos, vêm sendo progressivamente mudados pelas noções de público e privado.

Como consequência desta mudança, as relações entre as pessoas e a pátria esta se invertendo.

Agora as pessoas já não pensam em se sacrificar ou servir ao estado, a estado é quem deve estar ao serviço das pessoas. Os estados democráticos contemporâneos têm como sua principal razão política a vida privada, e isso incluem também à família.

É importante ter presente que quando falamos de família, se deve pensar nela num sentido maior e mais profundo, se deve pensar nela como o núcleo formador e que permite dar estrutura ao sujeito. É a partir desse ponto que tudo começa. Da mesma forma, os núcleos familiares são os que formam a nação, porque a pátria é a família amplificada. Os tempos atuais não são mais o tempo da família singular. O conceito de família hoje é plural, aberto, fraterno, solidário, menos hierarquizado, menos patrimonializado, mais autêntico e mais verdadeiro.

Nos dias de hoje, existe um desacerto entre a realidade das famílias e a realidade apresentada pelos textos legislativos do Brasil. Estes textos não traduzem e nem são reflexo da vida como ela verdadeiramente é. Ainda há milhares de famílias à margem da legislação. Algumas delas são as que se constituíram paralelamente à outra família, até então denominadas pelo Código Civil de 2002 com o nome de concubinato.

 


 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s