mulher2A pesquisa “Tolerância social à violência contra as mulheres” que teve sua divulgação no mês de março do ano passado foi aplicada pelo IPEA, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Essa pesquisa gerou reações de diferentes tipos nas redes sociais. Os resultados apontaram que 65% dos entrevistados concordam de forma parcial ou total que “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”.

Esta pesquisa trouxe muitas criticas.  Uns dias depois de feita a divulgação da pesquisa o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada aclarou erros nos resultados. A percentagem correta é de 26%. Além disso, os resultados levantaram outras questões interessantes: Na grande quantidade dos entrevistados, perto de 58%, concordou que se as mulheres soubessem se comportar, haveria menos estupros. Quase 65% comentaram que a mulher que é agredida e continua com o parceiro gosta de apanhar.

Num primeiro momento as conclusões tiradas de que a culpa pelo crime do estupro seria da mesma vítima, moveu a opinião pública, gerando uma campanha especial nas redes sociais pouco depois de serem divulgados os resultados da pesquisa. A campanha foi criada no Facebook, e levada em frente pela jornalista Nana Queiroz. A campanha, que tem o nome de #eunãomerecoserestuprada animou para que os internautas tirassem uma foto de si mesmos mostrando uma placa com o tema da campanha.

Mesmo que a campanha tenha trazido um grande efeito viral, existiu uma grande quantidade de usuários que publicaram advertências e ataques na página do evento o que comprova que grande parte da sociedade ainda tem esse pensamento retrogrado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s