A realidade do Brasil com respeito à aposentadoriavein di boua não parece muito prometedora. Por exemplo: aproximadamente um 38% dos idosos recebem um pouco menos que um salário mínimo, isto é, entre 300 e 750 reais mensais proviniente deste beneficio. Outro detalhe é que hoje em dia um de cada 3 isto é um 33% dos idosos não recebem o beneficio da asposentadoria por diferentes motivos.

Um estudo do BID mostra que em alguns anos o número dos idosos aumentará três vezes mais do que atualmente. Isso significa que a porcentagem de idosos na sociedade será muito maior, o que significa claramente que a Previdência Social terá um gasto triplicado.

Mas não podemos culpar em um 100% ao estado por esta circunstancia. Um dos grandes problemas da sociedade brasileira é que a economia local (da casa) muitas vezes é desequilibrada e não planejada. No caso se boa parte dos brasileiros planejassem a sua aposentadoria os resultados seriam melhores.

Este ponto é importante. Uma pessoa pode contribuir com a previdência (planejando sua velhice) sem mesmo trabalhar por decisão e iniciativa própria. Por exemplo, em caso de um empresário autônomo ele pode contribuir quanto ele achar melhor (com um mínimo de 20%) e dessa forma contribuir com sua aposentadoria. Um estudante também pode contribuir se ele tem mais de 16 anos por iniciativa própria.

Isto o planejamento. Vários especialistas chegam a uma resposta única, o planejamento é a forma mais efetiva de garantir uma aposentadoria mais tranquila e confortável. Para fazer isso hoje também existem previdências privadas que ajudam com o planejamento e dão serviços de acompanhamento para aqueles que quiserem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s