Existe a nível mundial uma organização (OMS – Organização Mundial da Saúde) que ajuda com a planificação e estabelece alguns objetivos para que os estados a traves da saúde pública possam cumprir. Em caso particular da cesariana, no Brasil um 85% das mulheres usam este tipo de parto artificial para dar a luz. A OMS estabecesarialece uma meta de 15% de partos através de cesárea. O Sistema de Saúde Brasileiro está bem longe desta meta.

Faz uns meses a Agencia Nacional de Saúde Suplementar (ANS) apresentou alguns resultados de uma consulta pública realizado em 2013. Basicamente o resultado foi que as mulheres usavam esta forma de parto porque não conheciam os riscos possíveis. A saber, uma cesariana aumenta aproximadamente 150 vezes o risco de que a criança nasça com algum tipo de problema respiratório, e as possibilidades em que a mãe corra risco de perder a vida se triplica.

Baixa esta problemática de desinformação do médico para a paciente, alguns deputados criaram um projeto de lei onde a mulher tenha garantido um direito denominado “plano de parto” que basicamente prevê multa para aquelas instituições que não respeitem o objetivo pranteado pelo OMS de não ultrapassar os 15% de partos por cesáreas.

Esse projeto de lei é o número 7633/14 e foi levada a câmara pelos deputados do partido PSOL-RJ.

Outro problema que denúncia os deputados é que este tipo de parto na verdade tem um lucro.

Por que existem várias cirurgias em torno ao parto, questão que é de beneficio tanto para a instituição como para os médicos, e não para os verdadeiros interessados, os pacientes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s